Bem vindo, Camaçari, 09 de Dezembro de 2018

Enem 2018 tem prova difícil e assunto inédito

Escrito por: Pesquisa Web - Educação - 12 de Novembro de 2018

Estudantes tiveram cinco horas para responder 90 questões de biologia, matemática, química e física nesse domingo. Foto: Ronaldo Silva/Futura Press 

 

O conteúdo das provas do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 foi considerado de nível médio a difícil pelos professores do Anglo Vestibulares. Os estudantes tiveram cinco horas para resolver 90 questões de matemática, ciências da natureza e suas tecnologias, meia hora a mais do que no ano passado.

Confira a opinião deles sobre cada uma das matérias cobradas:

Química
Para o professor João Lisberco, para que o aluno se saísse bem na prova precisaria, além de interpretar corretamente as questões, saber relacionar os conceitos químicos. “O que pegou todo mundo de surpresa foi uma questão sobre hibridização, que é um assunto muito específico e que caiu pela primeira vez no Enem. Nas provas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Fuvest, o vestibular da Universidade de São Paulo, é um tema que não é cobrado há mais de vinte anos. Ou seja, a maioria não saberia responder”, diz.

Biologia
Quem decorou os principais assuntos da matéria não necessariamente estava bem preparado para responder às questões, segundo o professor Marcelo Perrenoud. “Um aluno do ensino médio regular teria dificuldade nesta prova, pois era preciso associar conhecimentos técnicos aos textos.”

Física
Entre as quinze questões de física, era mais complicado dedicar tempo para ler os grandes enunciados do que encontrar respostas para as perguntas – havia textos que tomavam metade da página. “Mais que saber solucionar os problemas propostos, o aluno tinha que saber interpretar os gráficos e questões. Era preciso conectar texto e figura para chegar às respostas”, diz Madson Molina, professor de física.

Matemática
O conteúdo cobrado no exame estava mais difícil do que o do ano passado e exigia longas contas para a resolução dos problemas. “Diminuíram as questões simples e imediatas este ano. Os enunciados não estavam complexos, mas chegar às respostas era algo trabalhoso. O tempo de meia hora a mais ainda não seria suficiente para resolver tudo”, conta Robby Cardoso, professor de matemática. Das 45 questões que envolviam matemática, ele considera que 15 foram fáceis e 30 foram médias ou difíceis. Fonte: Veja*

Outras Notícias:

Educação
Escrito por: EBC
08 de Dezembro de 2018
 Veja Mais
Educação
Escrito por: Secom
07 de Dezembro de 2018
 Veja Mais
Educação
Escrito por: Pesquisa Web
07 de Dezembro de 2018
 Veja Mais
Educação
Escrito por: Pesquisa Web
07 de Dezembro de 2018
 Veja Mais
Educação
Escrito por: Camaçari Notícias
07 de Dezembro de 2018
 Veja Mais
 Veja todas as notícias

Buscar em Notícias

Cadastre-se

Receba nossos informativos no seu email:

Enquete

Na sua opinião Camaçari tem as melhores praias

Resultado

Praça Desembargador Montenegro, n° 35, Centro,
Camaçari - BA
CEP: 42800-020

71.3627-5293
[email protected]

Navegação Rápida