Geral

Funcionário debocha de currículos em vídeo, gera revolta nas redes e é demitido

Escrito por Pesquisa Web em 24 de Abril de 2019
[Funcionário debocha de currículos em vídeo, gera revolta nas redes e é demitido]

Enquanto 13 milhões de pessoas estão desempregadas no país, um funcionário gravou um vídeo debochando de currículos que ele deveria analisar e postou as imagens nas redes sociais, expondo candidatos. A atitude repercutiu mal entre internautas, que criticaram a postura do rapaz e comunicaram a empresa em Campo Grande (MS) — da qual ele foi demitido.

A empresa Avante Energia, de prestação de serviços em instalações elétricas, informou, nesta quarta-feira, que Paulo Roberto de Moraes não faz mais parte do seu quadro de colaboradores. Disse ainda que não compactua com a atitude tomada por ele, frisando que "não tolera atitudes de quebra de sigilo das informações".

"A Empresa Avante Energia e Serviços não tinha conhecimento do vídeo postado, agradecemos a informação. Não compactuamos com a atitude tomada pelo funcionário que usou sua rede social particular postando vídeos e fotos sem autorização da empresa. A empresa Avante através do seu representante legal informa que não tolera atitudes de quebra de sigilo das informações e não tem a prática de utilizar redes sociais, mediante ao exposto informamos que o funcionário já não faz mais parte do nosso quadro de colaboradores", afirma o comunicado da empresa.

Embora tenha pedido desculpas nesta terça-feira, num outro vídeo (que já foi apagado), as críticas à forma como Paulo lidou com pessoas em busca de trabalho continuaram.

"Apagou o pedido de desculpas. Deu tantas dicas bacanas, podia ter feito o vídeo sem humilhar as pessoas! A lei do retorno é linda, pois agora ele que vai mandar currículo!", afirmou um usuário do Facebook.

Compartilhe!